Várias críticas de “Esquadrão Suicida” focaram na má construção da vilã Magia, interpretada pela Cara Delevingne, no longa. O criador e autor das HQs John Ostrander, em entrevista, comentou sobre os críticos defendendo seu ponto de vista e até revelou que também concorda com alguns pontos.

• Crítica | “Esquadrão Suicida” diverte mas se perde em muitos personagens e poucas explicações

Ao ser questionado sobre Magia no filme, ele comenta:

A vilã não é bem definida e, na minha opinião, você precisa de um bom antagonista para ajudar a definir os protagonistas”, revelou.

Sobre as críticas que saíram, John Ostrander defende o longa focando em uma comparação que todos fazem:

Entendo que eles têm que assistir todos os filmes e devem estar cansados de tantos blockbusters. Mas se o filme não é ‘O Cavaleiro das Trevas’, eles destroem. Eu acho que está acontecendo aqui, até certo ponto. Assim como eu vim preparado para amar o filme, eles vieram preparados para odiá-lo”, disse.

Esquadrão Suicida” arrecadou US$ 600 milhões em bilheteria global e promete uma sequência para o final de 2019.